6 dados para avaliar a viabilidade de empreendimentos imobiliários - Software para Incorporadora e Construtora

Viabilidade de Empreendimentos Imobiliários

Você sabe quais dados podem auxiliar uma construtora na formulação de um projeto de edificação eficaz de modo a sobressair diante a concorrência? O momento de avaliar a viabilidade de empreendimentos imobiliários é essencial para maximizar os resultados e acertar nos investimentos.

Neste artigo vamos destacar quais são os principais dados para avaliar a viabilidade de empreendimentos imobiliários. Confira!

O que é um estudo de viabilidade de empreendimentos imobiliários?

Essencialmente, um estudo de viabilidade é uma análise preditiva de um novo empreendimento imobiliário que leva em consideração muitos fatores, incluindo:

  • Econômico
  • Técnico
  • Demográfico
  • Jurídico
  • Concorrência

Para construtoras e incorporadoras de desenvolvimento de terrenos, investir um pouco de dinheiro em pesquisa é sempre uma boa ideia antes de investir muito dinheiro em um projeto imobiliário.

Benefícios de analisar a viabilidade de empreendimentos imobiliários

Determine se o projeto é mesmo possível

Um estudo de viabilidade bem-sucedido pode ajudá-lo a determinar se o terreno que você está considerando para o projeto é apropriado para o seu desenvolvimento – e se é possível sob as leis de zoneamento atuais.

A última coisa que você quer fazer é investir em terras que você não pode usar da maneira que planejou devido às regras e regulamentos de uso da terra. Além disso, você também não quer ficar preso em terrenos que exigem uma grande quantidade de trabalho e dinheiro para se preparar para a construção. Um estudo de viabilidade pode informar se o seu projeto é realista ou não.

Preveja o potencial final de vendas e o sucesso do projeto

Pode ser financeiramente prejudicial se você investir uma quantia significativa de dinheiro no desenvolvimento de seu projeto, apenas para descobrir que os lucros ficam aquém do que você esperava.

Um bom estudo de viabilidade de empreendimentos imobiliários deve ajudá-lo a calcular com precisão o potencial de vendas para determinar com mais eficácia o sucesso potencial do projeto.

Identifique o orçamento necessário para o projeto

Um estudo de viabilidade completo ajudará você a calcular os custos de desenvolvimento do projeto, desde a compra do local até a construção do seu projeto. Compreender os custos totais do projeto é essencial para determinar o orçamento necessário.

Superar o orçamento no início do desenvolvimento devido ao cálculo impreciso de custos pode ser prejudicial e causar atrasos graves se você precisar tentar obter mais financiamento, o que pode custar mais dinheiro.

Maiores chances de sucesso

Os investidores imobiliários não entram em novos projetos às cegas. A decisão de escolher um local ou tipo de negócio é baseada no interesse do consumidor, na vantagem sobre os concorrentes e na probabilidade de gerar um maior retorno sobre o investimento.

Um estudo de viabilidade reúne esse tipo de insight em questão de semanas. As informações descobertas podem impulsionar estratégias de negócios, marketing e vendas.

Aumento do investimento recebido

Digamos que, depois de realizar um estudo de viabilidade imobiliária, você descubra que 76% dos entrevistados em seu mercado-alvo provavelmente visitarão esse novo local.

Esse ponto de dados não é apenas empolgante para sua equipe, mas também para potenciais investidores. Se você puder provar o sucesso de seu novo empreendimento comercial antes mesmo de ser aberto ao público, é muito mais provável que os investidores participem do projeto desde o início.

Viabilidade de empreendimentos imobiliários

6 dados para um estudo de viabilidade de empreendimentos imobiliários

Um estudo de viabilidade de empreendimentos imobiliários deve avaliar várias coisas diferentes para seu projeto de desenvolvimento, incluindo custos iniciais e contínuos, sucesso potencial e muito mais. Uma análise completa é necessária para determinar a viabilidade de curto e longo prazo, não apenas para garantir que seu projeto vale a pena investir, mas que o terreno que você está comprando é adequado para o projeto.

Tendo isso em mente, a seguir estão os principais dados que devem ser analisados para avaliar a viabilidade de empreendimentos imobiliários:

1. Uma análise do local

O tamanho do terreno que você precisa não é o único fator que contribui para a compatibilidade do seu projeto. Uma avaliação detalhada do próprio terreno é necessária para determinar o quão viável é para a construção.

Por exemplo, é necessária uma análise da composição do solo do local, contaminação potencial, requisitos de melhoria, presença de serviços públicos, características topográficas, riscos de drenagem e inundação e elevação e inclinação.

Quaisquer problemas revelados durante a análise do terreno custarão dinheiro para serem resolvidos. Se o local for inclinado, será necessário nivelar. Se a terra estiver cheia de árvores, será necessária a remoção de árvores. É necessária uma análise do local para determinar quão pronto o terreno está para construir e quanto custará preparar o terreno para o desenvolvimento.

2. Regra de zoneamento

Cada cidade tem seus próprios regulamentos de zoneamento. Antes de investir em um terreno, identifique as leis de zoneamento que regem o local.

Os regulamentos de zoneamento limitarão o que você pode fazer na propriedade que comprar. Se não forem compatíveis com os requisitos do projeto, o terreno não é adequado. Por exemplo, se o projeto em questão for um prédio de apartamentos de cinco andares e o terreno que você deseja desenvolver estiver em uma área que limita a nova construção a três andares, seu projeto não é viável para esse terreno. Você deve realizar uma análise detalhada de zoneamento para garantir que seu projeto seja viável para o local que deseja desenvolver antes de investir.

3. Análise de custos

Uma análise completa do local pode fornecer muitas informações financeiras, como alguns dos custos associados ao desenvolvimento da terra e alguns dos retornos potenciais que você pode obter. No entanto, uma análise detalhada de custos lhe dirá se você poderá financiar o projeto até a conclusão.

Uma análise de custo de desenvolvimento imobiliário deve incluir o seguinte:

Custos para aquisição do terreno

Os custos de aquisição de terreno podem parecer autoexplicativos, mas incluem mais do que apenas o custo real do terreno. Não apenas você terá que investir no próprio terreno, mas também há muitos custos adicionados à compra, como taxas de transferência, impostos e outras despesas legais.

Custos de financiamento

A menos que você tenha fundos para cobrir todo o projeto do início ao fim, é provável que você use financiamento. Por isso, é preciso considerar os custos que envolvem esse financiamento – incluindo os juros cobrados sobre os empréstimos que você contrata.

Custos de construção

O custo de construção irá variar de acordo com o projeto de desenvolvimento. Tenha em mente que alguns empreiteiros avaliam os custos de construção com base em cada residência que estão construindo. Outros podem determinar os custos de construção com base em todo o projeto. Se você estiver trabalhando com vários empreiteiros, pode ser um desafio calcular os custos de construção com precisão.

Custos de conexão de infraestrutura

Você terá que conectar edifícios recém-construídos a serviços públicos, como eletricidade, água, esgoto e telecomunicações. Os custos de instalação e conexão de utilitários variam dependendo de onde o terreno está localizado. Locais rurais sem acesso a serviços públicos existentes, por exemplo, podem precisar de infraestrutura de serviço público totalmente nova, que você deverá cobrir.

Custos de vendas e marketing

Quando seu projeto estiver concluído, você precisará vender suas propriedades para obter lucro – e não terá muita sorte vendendo se não comercializar sua propriedade. Por isso, o marketing e a venda de imóveis deve fazer parte do seu planejamento inicial.

Impostos

Assim que começar a vender o seu imóvel, você terá que pagar imposto sobre a renda. Não deixe de considerar esse custo para avaliar a viabilidade de empreendimentos imobiliários.

4. Análise de ROI

Ser capaz de arcar com todos os custos detalhados em sua análise de custos não significa automaticamente que o projeto vale o investimento. Você também deve detalhar o ROI (retorno do investimento) potencial.

Se o ROI possível não exceder os custos estimados de desenvolvimento do projeto, então não vale a pena o custo – sem falar no tempo e esforço – para desenvolver. A seguir estão as duas facetas essenciais da realização de uma análise precisa do ROI do seu projeto de desenvolvimento imobiliário:

  • Lucro e renda potenciais. Lucro e renda referem-se a quanto você espera ganhar vendendo ou alugando propriedades em um determinado período. Entender seu lucro e renda potencial requer saber por quanto você planeja vender ou alugar seu imóvel e se o mercado pode arcar com esses valores.
  • Valor bruto de realização. Enquanto lucro e renda referem-se ao valor que você acredita que pode ganhar vendendo ou alugando sua propriedade, o valor bruto de realização é o valor que você ganhará se vender ou alugar todas as suas propriedades depois de contabilizar o que você teve que gastar. É o lucro absoluto que você pode obter no final do seu projeto e é o valor que a maioria dos credores usa para determinar se aprova o financiamento do seu projeto.

5. Análise de viabilidade de agendamento

Tempo é dinheiro, e é por isso que uma análise de viabilidade de agendamento é obrigatória. Essa análise ajuda a detalhar o quão razoável é o cronograma do seu projeto. Você precisará analisar e comparar seu projeto de desenvolvimento com projetos semelhantes existentes. Se o seu cronograma de desenvolvimento não for viável, o projeto pode acabar custando mais do que o projetado.

Determinar quando a melhor época do ano para construir também é importante. Por exemplo, os custos de construção podem ser mais baratos no inverno, mas pode haver mais risco de atrasos devido ao mau tempo. Encontrar um equilíbrio entre custos e tempo é um componente essencial para determinar a viabilidade do cronograma do seu projeto.

6. Tendências demográficas e análise de mercado

Por fim, o seu estudo de viabilidade de empreendimentos imobiliários deve trazer uma visão sobre as tendências da população e as mudanças demográficas no mercado que podem afetar o seu projeto.

Esse estudo pode incluir:

  • Tamanhos domésticos;
  • Gênero;
  • Idades;
  • Renda familiar;
  • Crianças em casa;
  • Valor médio do aluguel;
  • Valor médio dos imóveis.

Todas essas são informações que podem interferir diretamente no sucesso de um empreendimento. Além disso, também é uma boa ideia considerar o potencial futuro do bairro. Por exemplo, uma área mais rural pode não parecer interessante no momento, mas se você determinar que há planos para construir rodovias ou prédios de escritórios próximos, essa terra pode ser incrivelmente valiosa no futuro.

 

Você gostou das dicas para avaliar a viabilidade de empreendimentos imobiliários? O gerenciamento dos seus projetos fica mais fácil com o auxílio da Hiperdados – a plataforma para empresas de Incorporação Imobiliária e Construção Civil mais completa do Brasil. Visite nossa página e descubra como podemos ajudá-lo!

No Comment

Comments are closed.