Como um ERP pode ajudar empresas de incorporação imobiliária e construção civil a melhorarem a sua eficiência operacional - Software para Incorporadora e Construtora

Fazer o gerenciamento da operação com eficiência em sua empresa de incorporação imobiliária ou de construção civil tem sido um verdadeiro desafio? Será que um ERP – Enterprise Resource Planning, o planejamento de recursos de um negócio – poderia ajudar a vencê-lo?

A resposta mais provável para a primeira pergunta provavelmente é sim, independentemente da complexidade diária da sua operação. Afinal, problemas e ameaças à eficiência são constantes em qualquer organização e, muitas vezes, acabam formando gargalos que prejudicam a performance do negócio.

No entanto, quase sempre, não existe uma única solução correta e definitiva para esse tipo de situação. Por isso, apenas utilizar um software de ERP, em si, não é a solução definitiva para os seus desafios. Mas ele é uma ferramenta indispensável para vencê-los.

Que tal entender melhor sobre quais são as funções que um ERP deve apresentar para otimizar a eficiência operacional de seu negócio? Você tem ou gerencia uma construtora ou empresa de incorporação imobiliária e não está satisfeito com a maneira com que os seus processos estão sendo conduzidos e performando?

Então, continue a leitura. No artigo de hoje, falaremos sobre como um sistema de planejamento de recursos (ERP) pode transformar a sua forma de pensar e agir sobre o seu negócio e potencializar a sua eficiência operacional.

O que é um ERP para empresas de incorporação imobiliária e construção civil?

Os softwares de ERP datam da década de 1960, mas inicialmente eram utilizados apenas pela indústria manufatureira, abrangendo gerenciamento e controle de seus estoques.

No entanto, na década de 1990, a empresa de consultoria Gartner cunhou o termo “ERP”, quando os engenheiros de software começaram a codificar outras funções no software, como finanças/contabilidade e recursos humanos.

Com isso, à medida que as empresas começaram a adotar esse tipo de solução, suas funções e usos se expandiram para outros setores, como hotelaria, serviços financeiros, educação e mercado imobiliário e de construção civil.

De lá para cá, seu uso passou quase a ser uma regra para empresas em busca de eficiência, produtividade e de redução inteligente de custos.

Hoje, existem vários ERPs disponíveis, e um ERP completo e especializado não apenas envolve todas as funções de negócios, como, também, as automatiza para tornar a rotina das empresas mais gerenciável e elevar o seu desempenho.

Um ERP avançado também integra painéis de Business Intelligence (BI) para fornecer insights mais profundos e exclusivos, ajudando a manter um controle sobre as métricas críticas que uma empresa do mercado imobiliário e de construção civil precisa.

Assim, trata-se de uma transformação digital do negócio em termos de processos, produtos e tecnologia e que ajuda a empresa a simplificar os processos, aumentar a receita, reduzir os custos operacionais e fazer muito mais com menos recursos.

Quais são as vantagens de um ERP para a geração de Business Intelligence (BI)?

Estar alinhado com a realidade de mercado é uma necessidade prioritária para as empresas de incorporação imobiliária e de construção civil. Para atingir esse patamar, contudo, é preciso ter o comprometimento de manter-se atualizado e de utilizar as informações a seu favor. E a vantagem de um ERP, quando bem implementado, é de fortalecer essa cultura de pensamento guiado a informações estruturadas e inteligência.

Em nossas rotinas operacionais lidamos, muitas vezes, com a repetição de algumas operações e dados descentralizados.

Uma empresa no ramo de construção civil ou incorporação cuja gestão recebe relatórios de compra em um canal de comunicação e dados de clientes em um sistema interno precisa saber organizar esses fluxos para que eles não se tornem conflitantes e percam potencial pela falta de integração. E um ERP pode abarcar e estruturar essas bases.

Nesse contexto, quando dados de imóveis, terrenos, preços e outras informações importantes da região são estruturados, é possível relacionar todo esse volume que, sem esse trabalho, não gera valor e potencializa a inteligência do negócio.

Um ERP que tenha acesso constante a relatórios externos e outros indicadores pode oferecer novas visões e cruzamentos sobre essas informações. E é nessa relação de dados complexos que tem-se a estrutura para uma inteligência de mercado — ou BI (Business Intelligence).

Os sistemas que lidam com dados complexos — também chamados de Big Data —, dependem de alimentação e coleta de dados da empresa, mas também de garantir a segurança e a integração dessas informações. Na prática, isso irá resultar em processos mais eficientes e uma força operacional que não esteja limitada em seu potencial.

Ainda, quando construtoras e empresas de incorporação imobiliária utilizam a análise de dados de uma solução ERP de forma inteligente, as rotinas de negócio ganham maior relevância. Métricas e indicadores passam a ser mais assertivos, trazendo potencial de otimização e eficiência operacional.

No entanto, é importante ressaltar que a inteligência de mercado não se trata somente de um subproduto tecnológico. Isso significa que as soluções tecnológicas utilizadas precisam ser personalizadas e estar alinhadas à realidade das dinâmicas de trabalho da incorporadora ou empresa de construção civil.

Como o ERP contribui para haver mais precisão em dados em regiões de terrenos e imóveis para elevar a eficiência operacional?

Manter múltiplas equipes de corretores e analistas em campo pode ser oneroso para a operação sem que haja uma integração e comunicação bem estruturadas. Estudos de viabilidade financeira e econômica — por exemplo — exigem precisão nos dados e agilidade na sua comunicação. Afinal, é a partir disso que o projeto de construção ou as etapas de incorporação imobiliária poderão ser gerenciados em um novo nível de eficiência.

Dessa forma, uma das vantagens que um ERP proporciona para as construtoras e incorporadoras, como já mencionado em relação ao Business Intelligence, está no controle de dados.

No entanto, não basta apenas o controle dos dados em si. É necessário que as etapas de seu ciclo de incorporação ou construção também sejam repensadas a partir do uso da tecnologia e de seus recursos para, então, obter-se uma melhoria na eficiência operacional a partir do uso da plataforma.

Afinal, muitos processos nos quais os dados são vitais para a tomada de decisão — como o coeficiente de aproveitamento do terreno (C.A.), por exemplo — podem ser facilitados com a utilização de ferramentas de geolocalização. Um rápido mapeamento de determinada região, por exemplo, é algo que pode facilitar as decisões antes de colocar ações em prática e partir para a aquisição de terrenos em si.

Ainda, um sistema de ERP especializado no mercado imobiliário conta com ferramentas exclusivas e focadas na realização desse tipo de negócio.

Os chamados dados georreferenciais, isto é, dados gerados em tempo real com base nas ferramentas de geolocalização, são um exemplo do tipo de entrega ofertado por esse tipo de ferramenta. É a partir desse tipo de funcionalidade que processos logísticos e outros de construtoras e incorporadoras ganham maior eficiência.

Como o ERP pode proporcionar a integração de setores em tempo real para a eficiência operacional das empresas?

Uma das boas práticas que são tendência na gestão de negócios de todos os setores é a integração de setores que participam de um mesmo processo — isso é, deixar de atuar em silos nos quais cada área cuida isoladamente de uma parte de um fluxo compartilhado de processos da empresa.

E, quando falamos de empresas de incorporação imobiliária e de construção civil, isso também se aplica e mostra-se benéfico para elevar a eficiência operacional da companhia.

No entanto, para isso, será preciso que a otimização de suas funções seja determinante nessa integração. E as ferramentas e funcionalidades que uma solução de ERP oferece para monitoramento de informações e integração pode ser valiosa também para isso.

Desse modo, ao mapear os processos da sua empresa, certamente surgirão necessidades e prioridades de diferentes aspectos.

O que um ERP pode auxiliar no setor de incorporação imobiliária e projetos de construção quanto a isso é no direcionamento dessas demandas. Assim, direciona-se e aplicam-se ferramentas para corrigir falhas operacionais e estabelecer um padrão de eficácia das atividades.

Com um time integrado de forma orgânica, as ferramentas de ERP podem combinar dados e métricas em tempo real — no canteiro de obras ou na avaliação do terreno —, para atualizar ações e estratégias latentes e intrínsecas a cada operação.

Isso permite que funções sejam mais bem aproveitadas e que as necessidades de cada setor sejam resolvidas com maior prontidão.

Como a escalabilidade de um ERP especializado é benéfica para a eficiência do seu negócio?

Um problema que uma solução generalista de um ERP não pensado para o contexto da incorporação imobiliária e da construção civil e o seu mercado está na escalabilidade.

Ou seja, mesmo que um sistema prometa se ajustar à estrutura e ao tamanho de sua operação independentemente das mudanças que possam surgir, não há como garantir isso de fato sem ferramentas pensadas por um sistema inteligente e focado nesse mercado.

Com isso, para que a sua operação em um ciclo de incorporação ou construção de um imóvel ganhe em eficiência, a centralização é importante, como já citamos. No entanto, é preciso que ferramentas se adaptem a sua estrutura e as suas mudanças projetadas.

Necessita ampliar a compra de materiais no projeto? Uma aquisição de terreno precisa ser suspensa por ora? Há projeções de criação de novos setores operacionais? Espera-se que a carteira de lotes e terrenos cresça em um futuro próximo? Então, a sua solução de ERP precisa estar preparada e ter flexibilidade para atender a seu escopo em transição.

Qual é o impacto em custos e despesas na incorporação imobiliária e construção civil com o uso do ERP?

Pensar em inteligência de mercado somente orientada a processos é apenas o começo de uma cultura de eficiência em sua operação. É preciso que os processos agreguem valor. E, para alcançar essa valorização, os dados precisam ser realmente tratados como ativos. Na prática, decisões precisam estar atreladas a soluções do ERP e os seus efeitos mensurados, para se entender os pontos e as oportunidades de redução de custos.

Afinal, quando você remove da equação de seu transacional os erros humanos e as redundâncias operacionais, você pode ganhar na eficiência de como os dados trabalham para o seu processo e a performance do negócio.

Pense — por exemplo — em como reduzir visitas presenciais para conferência de dados de um terreno ou a tabulação manual de um relatório de viabilidade pode acelerar o seu fluxo de processos e gerar economia.

Como a solução da Hiperdados pode auxiliar em sua eficiência operacional?

Em nosso mercado hipercompetitivo, a etapa de planejamento de recursos exige um poder operacional cada vez mais robusto. Produzimos e lidamos com cada vez mais dados e eles tornam-se muito mais complexos.

Por isso, não basta que um ERP para incorporação imobiliária e construção civil realize somente a organização e tabulação de informações em um nível básico de automação. É preciso que os processos se tornem mais eficientes e integrados a partir do uso e dos recursos dessa plataforma.

Processos de aquisição de terrenos, por muitas vezes, são feitos de maneira coordenada por grandes players do mercado. O mesmo se dá em relação ao agendamento de projetos e construção de novos produtos imobiliários.

E, para que isso seja possível, a eficiência operacional precisa integrar diversas partes do processo. Empresas terceirizadas, clientes, times de vendas — são muitos os pontos que precisam ser unidos nessa questão para que a ferramenta permita que a eficiência atinja um novo patamar.

Por isso, a plataforma do Hiperdados, especializada em empresas de construção civil e de incorporação imobiliária, é completa, oferecendo o que é necessário para que os negócios se tornem mais produtivos, seus processos mais ágeis e eficientes.

Os ciclos de empreendimentos imobiliários podem durar de dois a cinco anos, em média, desde a compra do terreno à entrega do imóvel. Pensando nisso, é preciso que a sua empresa possa trabalhar na otimização de seus projetos dentro desse prazo. Isso requer estudos do mercado, análises de viabilidade e uma gestão de terrenos mais assertiva.

E a Hiperdados fornece todas essas funcionalidades juntas e integradas, otimizando de modo completo a sua operação.

Você gostaria de ver, na prática, como um ERP pode ser a solução que a sua empresa busca para elevar a eficiência operacional? Ainda tem dúvidas sobre como a gestão de sua obra e os gastos de seu empreendimento podem ser otimizados e trazidos juntos à eficiência dos processos? Então, fale com um de nossos consultores e solicite uma demonstração da plataforma.

No Comment

Comments are closed.