Como trazer para dentro do seu negócio a inteligência imobiliária? - Software para Incorporadora e Construtora

A inteligência imobiliária é um recurso essencial para que os negócios desse segmento tão dinâmico e competitivo garantam diferenciais e consigam agir no tempo certo, gerando lançamentos adequados a seu público de interesse.

Mas como fazer para ter, de forma efetiva, inteligência imobiliária no negócio? Quais recursos são cruciais para que ela possa gerar resultados tangíveis e qualificados para a empresa imobiliária? Descubra mais a seguir!

No que consiste a inteligência imobiliária?

A inteligência imobiliária é um recurso altamente estratégico para gerar diferenciação de mercado e competitividade para as empresas do segmento. Ela ajuda esses negócios a, por meio de recursos como pesquisas e cruzamentos de dados internos e externos, identificarem tendências, oportunidades e focos de melhoria em eventuais gargalos operacionais.

Essa inteligência é gerada não apenas com o acúmulo de dados em planilhas, mas por meio de análises ágeis. Elas são feitas, quando possível, de modo automatizado e personalizado às demandas em foco, a fim de ajudar gestores a tomarem as melhores decisões no timing adequado, posicionando seu negócio na vanguarda do mercado.

4 ações importantes para ter inteligência imobiliária em seu negócio

Para desenvolver um fluxo constante e eficiente de inteligência imobiliária em sua organização, é importante:

  1. Conhecer as tendências que afetam seu negócio

As tendências são parte importante da inteligência imobiliária. Elas ajudam os gestores a tomarem decisões mais acertadas em relação aos próximos movimentos e necessidades do mercado.

Lembre-se: quem não conhece as tendências que influenciam seu segmento acaba sendo pego de surpresa por variações e novos comportamentos que mudam os direcionamentos e os valores de seu nicho. E isso gera apenas reatividade, não a proatividade, que é necessária em um mercado tão competitivo quanto o imobiliário, e regido pelo timing correto de lançamentos e novidades.

  1. Monitorar sua concorrência

Ter um olho nas tendências e outro na concorrência ajuda o gestor imobiliário a antever cruzamentos e ações que poderão impactar seu negócio. No entanto, é preciso saber que acompanhar a concorrência é diferente de copiá-la.

Conhecer a atuação dos demais players ajuda a empresa a se posicionar de modo diferente, a perceber o que o mercado atual oferece para criar soluções melhores e mais adequadas ao seu cliente em potencial. É isso que gera inteligência imobiliária e ajuda a elevar a empresa a um novo patamar.

  1. Conhecer e acompanhar os indicadores que afetam seu negócio imobiliário

Os indicadores têm um potencial enorme para as empresas que conseguem extrair inteligência deles. Eles não objetivam apenas ajudar a compreender o cenário financeiro e questões mais pontuais, como os reajustes de contratos imobiliários, como, também, a partir de análises e cruzamentos, a detectar oportunidades, ameaças e a embasar melhor as decisões organizacionais e mercadológicas.

Aqui, é importante lembrar que a inteligência imobiliária é representada pela confluência de dados internos da empresa e externos, trazidos por parâmetros econômicos e projeções – sendo os indicadores algumas dessas informações externas mais valiosas.

  1. Adotar um sistema que favoreça a inteligência imobiliária

Como vimos, para a empresa conseguir, de fato, gerar inteligência imobiliária própria, é preciso centralizar, registrar, cruzar e analisar uma série de dados internos e externos. Mas fazer isso de modo manual é uma tarefa homérica.

Desse modo, os sistemas imobiliários são recursos altamente estratégicos e funcionais para que as empresas atinjam maior eficiência, produtividade e diferenciação de mercado. Por meio deles, os dados de diferentes fontes podem ser consolidados, desmembrados e especificados de formas complexas e personalizáveis.

Ainda, determinadas tarefas são automatizadas – tais como qualificação de clientes – e, com isso, relatórios de inteligência imobiliária podem ser gerados com poucos cliques, favorecendo a antecipação de ações e decisões mercadológicas mais estratégicas e assertivas.

Por exemplo, dados operacionais de um estudo de georreferência podem, agilmente, se tornar um estudo sobre o potencial de valorização ou desvalorização de determinados terrenos, favorecendo um comportamento proativo para a tomada de melhores decisões.

E tudo isso é disponibilizado em uma interface intuitiva e visual, que facilita o trabalho e as análises da gestão, com um fácil monitoramento de dados-chave de cada operação, como o estudo de viabilidade, por exemplo.

Somente por meio de um sistema é possível lidar com volumes tão expressivos de dados e tarefas complexas, os convertendo em ganhos reais de inteligência e melhores resultados para a empresa.

E então, ficou mais claro agora como gerar inteligência imobiliária em seu negócio? Já pensou em utilizar um sistema desenvolvido especificamente para as demandas do segmento imobiliário? Para saber mais sobre a solução trazida pela Hiperdados e para testar, na prática, seus benefícios, solicite uma demonstração gratuita de nosso sistema.

No Comment

Comments are closed.

× Conheça o Hiperdados