Gestão de terrenos otimizada: como fazer estudos de mercado e viabilidade integrados? - Software para Incorporadora e Construtora

 

Em um mercado disputado como o imobiliário, se destacam os players que sabem utilizar seus recursos ao máximo e da melhor forma possível. Uma gestão de terrenos otimizada nada mais é do que o produto desse gerenciamento de recursos orientado a resultados de alta performance.

Estudos de mercado e de viabilidade não são etapas isoladas do processo de gestão de terrenos. Uma gestão de terrenos otimizada deve estar pronta para fornecer uma leitura precisa do cenário. Ou seja, estudos de mercado e viabilidade devem ser unidos.

Fatores macroeconômicos, como o aumento da taxa Selic, por exemplo, podem impactar fortemente o mercado. Portanto, a gestão de terrenos otimizada torna-se uma necessidade para que empresas de qualquer escopo extraiam o máximo de sua inteligência no mercado imobiliário.

Confira, a seguir, como realizar uma gestão de terrenos otimizada de forma eficiente e unindo etapas cruciais do processo de uma construtora, incorporadora ou demais empresas do mercado. Você sabe como equilibrar etapas como estudo de mercado e análise de viabilidade para potencializar resultados? Descubra mais a seguir!

O que é, de fato, uma gestão de terrenos otimizada unindo viabilidade e estudos de mercado?

A gestão de terrenos envolve a administração de investimentos e a detecção de oportunidades latentes. A atividade da incorporação e venda de imóveis é dinâmica e pede por soluções inovadoras e adaptáveis para a gestão de terrenos. É preciso, cada vez mais, investir em sistemas de gestão de terrenos que integrem as etapas do processo, gerando novos insights e frentes de investimento.

A valorização ou desvalorização de terrenos, com uma gestão otimizada, permite que empresas estejam preparadas para lidar com cenários que possam ter resultados de alta rentabilidade e risco. Para que isso seja definido e validado, porém, é preciso saber conciliar a análise de viabilidade em sua concepção com estudos de mercado, que a precedem e sucedem no ciclo de incorporação.

Em um exemplo prático, um terreno que conta com dimensões ideais para determinado empreendimento imobiliário se destaca em uma gestão estratégica segmentada. No entanto, para identificar esse terreno e poder comercializá-lo no melhor timing possível, é preciso que se tenha um estudo de mercado e viabilidade unidos, que possam reforçar a tomada de decisão, assim como retroalimentar empreendimentos futuros.

Desse modo, a gestão de terrenos otimizada se estrutura e desenvolve na mesma medida em que a qualidade dos estudos de mercado e viabilidade. Integrados, se torna mais fácil administrar, revender e até mesmo investir em estratégias de carteiras de imóveis, como a prática do landbank.

O impacto da gestão de terrenos otimizada com foco nos processos

Análises imobiliárias no mercado, mesmo com o crescimento da produção de dados, muitas vezes, são pensadas e executadas sem considerar processos futuros, no médio e longo prazo. Para estabelecer uma gestão de terrenos otimizada, é preciso fazer com que os dados extraídos dos estudos e das análises possam ser trabalhados de forma precisa e eficiente.

A otimização de processos envolve sistemas que coletam e apresentam esses dados de forma personalizada e com projeções dinâmicas com base no histórico de comercialização de terrenos.

Um estudo de viabilidade em si já lida com dados de diferentes âmbitos, tais como financeiro, ambiental e socioeconômico. O que uma gestão de terrenos otimizada permite é alinhar estudos de dados internos da viabilidade com dados do mercado. Isso significa oferecer escalabilidade para a gestão de terrenos, permitindo uma análise e administração do tamanho certo para o escopo de operação de uma incorporadora ou construtora.

Como a gestão de terrenos otimizada trabalha sobre processos integrados de estudos e análises, dados ganham maior riqueza e profundidade. Um relatório de ganhos da concorrência no final de um trimestre, por exemplo, agilizaria o estudo de viabilidade financeira e projeções no estudo de mercado da empresa.

Outro impacto de uma gestão de terrenos otimizada com foco na integração dos processos de viabilidade e estudo de mercado está na minimização de riscos. Com dados que são trabalhados e cruzados juntamente, todas as etapas dessa cadeia de processos podem ter maior controle e efetividade no cumprimento de seus objetivos.

Considerações finais

Comumente, estudos de viabilidade e mercado servem a um propósito operacional: viabilizar o empreendimento imobiliário para processos de incorporação. A gestão de terrenos otimizada, ao juntar esses estudos, age de forma estratégica, indo além do produto técnico.

Poder prever situações no mercado, precisar a tomada de decisão, personalizar dados em todos os pontos de interação entre os processos: essas são apenas algumas das vantagens em adotar soluções e sistemas que otimizem a gestão de terrenos e contem com ferramentas que unam estudos e análises que, antes, só serviam a uma parte do ciclo do empreendimento imobiliário.

Em sua experiência, como são realizados os estudos de mercado e viabilidade? Ainda tem dificuldades em enxergar os benefícios de uma gestão de terrenos otimizada que una esses processos?

Faça contato conosco, e não deixe de acompanhar o blog da Hiperdados para se manter atualizado sobre as soluções personalizadas e novidades relativas ao mercado imobiliário. Até a próxima!

No Comment

Comments are closed.