Gestão de landbank: compra de áreas para incorporação imobiliária - Software para Incorporadora e Construtora

O mercado imobiliário é altamente impactado por uma série de fatores. Índices de inflação, mudanças no comportamento de compra e tendências podem alterar radicalmente o cenário, por isso, a empresa que deseja competir bem nesse mercado deve considerar seus investimentos em uma gestão de landbank.

No artigo de hoje, você saberá o que é landbank e sua importância para a incorporação. Como adotar o landbank e construir um bom portfólio com essa prática? Descubra a seguir!

O que é gestão de landbank?

Landbank é a prática da compra de terrenos para incorporação imobiliária, venda ou demais transações de empreendimentos que gerem lucro para a empresa. Nessa prática, a empresa passa a utilizar a compra de áreas como uma forma de valorizar parte de seu capital e fazê-lo render.

Em um mercado competitivo como o imobiliário, é preciso que as empresas do segmento estejam seguras para investir e desenvolver seu negócio. Nesse sentido, a gestão de landbank oferece uma vantagem estratégica: futuras incorporações imobiliárias, empreendimentos e até mesmo vendas finais ganham mais controle quando sua empresa dispõe de opções de áreas.

Historicamente, a prática do landbanking teve uma grande relevância para a formação e o desenvolvimento de bairros e regiões. Atualmente, com um mercado imobiliário que precisa se manter ágil e saudável, a gestão de landbank se torna um poderoso ativo.

Qual é a importância do landbank para seu negócio?

Uma prática nociva para o mercado imobiliário, e, inclusive, um dos fatores responsáveis pelo estouro da bolha imobiliária americana, é o pensamento no curto prazo. Ao identificar uma oportunidade, um reflexo comum é agir o quanto antes. Em alguns casos, esse pensamento pode impedir que seu negócio se desenvolva de forma saudável.

A gestão de landbank não se limita apenas à compra de áreas para incorporação. Práticas de landbanking saudáveis e bem assessoradas podem ser a rede de segurança que sua empresa necessita para se manter lucrativa. Afinal, a sazonalidade do mercado pode limitar a tomada de ações pontuais e fazer com que empresas menos preparadas percam oportunidade.

Como adotar a gestão de landbank em suas práticas imobiliárias

A forma como sua gestão de landbank é realizada precisa estar alinhada aos objetivos de sua empresa. Além disso, a gestão de landbank depende de uma visão estratégica no longo prazo.

A compra de áreas para incorporação, normalmente, apresenta projeções focadas em seu ciclo imobiliário. A formação de um portfólio de landbank, muitas vezes, exige um investimento fora de áreas já desenvolvidas. Áreas que terão potencial de desenvolvimento futuro no longo prazo fazem parte de um landbank sólido e diversificado.

E para que a adoção de landbank possa auxiliar e tornar sua incorporação imobiliária mais eficiente e precisa, é necessário considerar os seguintes pontos:

  • Viabilidade do terreno no longo prazo: a etapa de viabilidade, nesse caso, cobre períodos e projeções diferenciadas. É preciso que a gestão de landbank leve em consideração as implicações financeiras e econômicas na compra de áreas.

  • Projeção de custos, gastos e investimentos: a capacidade de compra de áreas para incorporação é um grande influenciador nessa questão. Uma gestão de landbank deve ter controle para que práticas de aceleração não excedam gastos e despesas previstos em seu planejamento.

  • Ciclos de investimento: a gestão de landbank deve estar em sintonia com as necessidades do mercado. É preciso saber quais processos de incorporação deverão ser priorizados para que o direcionamento do landbank traga resultados.

  • Inteligência de mercado: a especulação do mercado, sem uma base concreta de dados internos e externos sendo analisados, pode ser uma ameaça. A gestão de landbank, além de gerar ativos para o negócio da incorporação imobiliária, permite um monitoramento privilegiado. Informações sobre áreas que podem estar fora do foco do mercado no momento podem ser um importante ativo para seu negócio.

Considerações finais

Empreendimentos imobiliários precisam de um planejamento sólido. A gestão de landbank, portanto, não se limita à compra de áreas para incorporação imobiliária. É preciso que os empreendimentos planejados de landbank tenham um gerenciamento completo, que permita uma prática alinhada com a realidade do mercado.

Adotar a gestão de landbank faz com que seja necessária uma projeção realista, baseada em informações precisas. Sem uma análise correta de fatores, como preços e negociações, o planejamento financeiro da empresa não pode atender às necessidades do landbank.

Sua gestão de landbank precisa de uma análise completa e dinâmica? Compartilhe suas experiências nos comentários e confira no blog da Hiperdados mais informações e dicas sobre o mercado imobiliário. Até a próxima!

No Comment

Comments are closed.