O que empresas líderes fazem para conquistar o mercado imobiliário? - Software para Incorporadora e Construtora

O setor imobiliário enfrentou obstáculos e retrações no último ano, devido a crises econômicas. Portanto, para conquistar o mercado imobiliário, é preciso ter a estrutura e os recursos necessários para desenvolver ações estratégicas visando a recuperação e o alcance de melhores resultados.

O papel de gestão é decisivo para a liderança no mercado imobiliário. Isso é especialmente verdadeiro quando o cenário é de recuperação da economia do país. Confira, a seguir, algumas tomadas de ações que são marca das empresas de destaque nesse setor.

confianca-mercado-imobiliario

1. Conquistar o mercado imobiliário é saber consolidá-lo

Primeiramente, é preciso lembrar de que “conquistar o mercado imobiliário” não se resume a vendas ou número de locações. Um exemplo disso é o mercado regional de Florianópolis, em que os players Brognoli e Buzz atuam. No começo de 2017, reunindo liderança na locação e imóveis de médio e alto padrão, estabeleceu-se a parceria.

Uma grande característica de grandes líderes é a visão de mercado para ampliar sua atuação. Para conquistar o mercado imobiliário, não basta ser uma empresa de sucesso. É preciso reconhecer o tamanho de seu escopo e de sua estrutura. A partir disso, uma análise das concorrentes do mercado pode trazer novas informações e oportunidades de alcançar maior rentabilidade.

Juntas, as empresas Brognoli e Buzz reúnem 80 mil clientes mensalmente em seu site. Sua região de atuação, na capital catarinense, apresenta a segunda maior demanda mensal de locações residenciais e comerciais.

2. Prever demandas prioritárias

De acordo com citação do presidente do conselho da MRV, o Brasil é o quarto maior mercado de habitação. Portanto, a demanda a ser aproveitada é latente e sua perspectiva é de crescimento. Para conquistar o mercado imobiliário, é preciso fomentar e investir em imóveis que possam ampliar o escopo de atuação da empresa.

Atualmente, por exemplo, há um foco maior em imóveis por aluguel próximo a grandes centros metropolitanos. No entanto, investir a maior parte do portfólio nesse tipo de imóvel pode fazer com que os empreendimentos saturem as ofertas. Projetos imobiliários de diferentes portes e faixas de investimento fazem com que a empresa possa ter um poder de ação maior.

3. Investimentos em BI (Business Intelligence)

Conquistar o mercado imobiliário exige visão de negócio e decisões precisas de consolidação de recursos. Para se manter na liderança, é preciso gerenciar o recurso mais precioso da indústria imobiliária: a informação.

No caminho dessa lógica, o investimento em BI (Business Intelligence) permite que dados e informações complexas sejam analisadas. Assim, a implementação de uma solução de BI, além de organizar os dados gerados pela empresa, otimiza processos internos e direciona as tomadas de decisão de seu negócio.

Empresas líderes no mercado imobiliário que investem na exploração de dados de um sistema de BI ganham um foco diferenciado. Afinal, é possível que a equipe se dedique ao trabalho sem que ela precise gastar tempo na procura e análise de dados. Dessa forma, informações podem ser geradas e compartilhadas instantaneamente, o que agiliza todos os demais processos de uma empresa do setor imobiliário.

4. Painel de Bordo (dashboard) para incorporadoras

Ao automatizar processos e adotar um sistema que trabalha com informações, ele deve apresentá-las da melhor forma possível a seus gestores e gerentes imobiliários. A ferramenta de Painel de Bordo (ou dashboard) do sistema foca em oferecer essa visualização. Gráficos com os dados relevantes são visíveis de forma dinâmica, facilitando a tomada de decisão diária do mercado imobiliário.

Incorporadoras podem, a partir das informações geradas e organizadas, priorizar indicadores. De acordo com a estratégia a ser seguida, é possível, por exemplo, exibir o número de imóveis disponíveis e suas informações detalhadas, ou, ainda, monitorar a efetividade de ações de mídia sobre um projeto de alto padrão em determinada região.

Traduzir números em gráficos permite uma visão do negócio imobiliário como todo, e empresas líderes, por já integrar sistemas centralizadores de informações, ganham em produtividade. Além disso, dessa forma, tem-se um controle muito maior da previsibilidade do processo, ou seja, informações dinâmicas possibilitam uma liderança contínua.

Sua empresa vislumbra conquistar o mercado imobiliário em 2018? Quais são os seus objetivos? Quais obstáculos impedem que seu empreendimento assuma a liderança entre os demais? Deixe sua mensagem nos comentários e aproveite para solicitar a demonstração do HIPERDADOS, melhor software ERP e BI para incorporadoras. Até a próxima!

No Comment

Comments are closed.

× Conheça o Hiperdados