mercado imobiliário Julho de 2016 indice Properati Hiperdados

mercado-imobiliario-reage

 

Mês de julho foi um mês de início às boas notícias para o mercado imobiliário brasileiro, além das medidas promovidas pelo governo federal, como por exemplo: manter parte do Programa Minha Casa Minha Vida e as novas regras para financiamento da Caixa Econômica Federal.

No caso das novas regras de financiamento, os mutuários da Caixa Econômica Federal poderão financiar imóveis de até R$ 3 milhões, o dobro do limite de financiamento que era de R$ 1,5 milhão.

Além de aumentar o limite de crédito, a Caixa anunciou que passará a financiar uma parcela maior do valor dos imóveis por meio do Sistema Financeiro Imobiliário. A cota de financiamento para imóveis usados subiu de 60% para 70% do valor total. Para a compra de imóvel novo, construção em terreno próprio, aquisição de terrenos e reforma ou ampliação, a cota passou de 70% para 80%. Nas operações contratadas com interveniente quitante, nas quais haverá quitação de financiamento com outra instituição financeira, a cota de financiamento subirá de 50% para 70%. Até o início do ano passado, a Caixa financiava 70% dos imóveis adquiridos pelo SFI. O teto caiu para 40% em maio de 2015 e tinha sido reajustado para 60% em março deste ano. Essas medidas vão movimentar os bancos privados para o mesmo caminho. Mas vale ressaltar que esses impactos seriam bem maiores se a taxa de juros SELIC fosse também reduzida pelo Banco Central, vamos ver se o mesmo começa a sinalizar quedas.

Além disso empresários estão retomando o ânimo no setor, ainda é uma reação tímida, pois por se tratar de um ciclo longo de produção como o imobiliário, esses empresários vão retomando a confiança aos poucos, mas esse sinal é absolutamente positivo, quando o empresário confia, ele ajuda a ativar a economia. A Fundação Getúlio Vargas publicou agora em julho o Índice de Confiança da Construção, e este avançou 2,7 pontos em julho, em relação a junho, atingindo 70,7 pontos, o maior nível desde agosto de 2015 (72,4 pontos).

Em meio a essas modificações de curso no mercado imobiliário o índice de medição de preços do mercado imobiliário denominado IPH – INDICE PROPERATI HIPERDADOS apresentou variações de queda e de alta em função desse momento que, para alguns, o fundo do poço passou e para outros nem tanto.

Pensando nas informações e na inteligência do mercado imobiliário / construção civil, contribuindo com informações sobre oferta imobiliária para o seu planejamento imobiliário, agora o Índice PROPERATI-HIPERDADOS está medindo 28 cidades brasileiras, no próximo mês ampliaremos o número de cidades cobertas por nosso índice. Veja como o preço dos imóveis estão se comportando nessas cidades nas tabelas abaixo:

TABELA 1: Índice Properati Hiperdados Residencial Geral (IPH-RES/G): medição de preços dos imóveis do julho/2016, variação nominal comparada com o mês anterior.

IPH-RES-G-2016-07

TABELA 2: Índice Properati Hiperdados Residencial Apartamentos (IPH-RES/A): medição de preços dos imóveis do julho/2016, variação nominal comparada com o mês anterior.

IPH-RES-A-2016-07

TABELA 3: Índice Properati Hiperdados Residencial Casas (IPH-RES/C): medição de preços dos imóveis do julho/2016, variação nominal comparada com o mês anterior.

IPH-RES-C-2016-07

 

Curtiu o assunto?

Incorporadoras, Construtoras e Imobiliárias: nossa solução ajuda a melhorar a rentabilidade de empreendimentos imobiliários, caso queira receber nossos periódicos clique no botão abaixo e esteja sempre a frente:

quero o periódico hiperdados

ÍNDICE PROPERATI-HIPERDADOS

O Índice que mede o Mercado Imobiliário livre de viés, nossa base é composta por todos os imóveis a venda!

No Comment

Comments are closed.

× Conheça o Hiperdados