Capacidade produtiva: você sabe qual é a da sua construtora? - Software para Incorporadora e Construtora

Como profissional da construção civil, você já deve ter ouvido falar em capacidade produtiva. Mas você sabe o que ela realmente pode representar para o seu negócio? Qual a da sua construtora? Pois nesse post vamos falar mais sobre esse conceito, como ele se aplica ao seu negócio e como podemos lhe ajudar a alcançar a sua capacidade máxima de produção, melhorando os resultados diretamente.

Você sabe o que é capacidade produtiva?

De um modo geral, podemos definir capacidade produtiva como o máximo de produção de uma empresa em um espaço de tempo específico. No caso de uma construtora, a capacidade produtiva indica o máximo que ela consegue construir no período determinado.

É importante destacar que, neste setor, a capacidade produtiva precisa levar em conta tanto a quantidade de entregas quanto a qualidade delas. Lembre-se que a construção civil é um setor com uma série de regras rígidas no que diz respeito à segurança das construções, já que, uma qualidade inferior no processo pode resultar em danos sérios para as pessoas e seu patrimônio. A questão da segurança, aliás, deve ser uma preocupação independente das exigências legais, já que interfere diretamente na imagem de uma construtora.

A qualidade das entregas também é um ponto importante para a satisfação dos clientes, por isso, detalhes, como acabamento, devem ser observados, já que têm uma grande interferência no resultado final do produto.

O ponto, portanto, é que não adianta produzir mais em pouco tempo se a qualidade dessa produção não estiver alinhada ao posicionamento da sua construtora. Por isso, o pulo do gato quando falamos em capacidade produtiva na construção civil é aliar o número de empreendimentos construídos com a qualidade desejada para essas unidades.

A capacidade produtiva está diretamente ligada aos fluxos operacionais da empresa, que podem ser otimizados para que a sua produção atinja o seu máximo. Quanto mais fluxos você cria e mais bem executados eles são, melhor o trabalho flui dentro da sua construtora, o que tem um impacto direto na sua capacidade produtiva. Quanto menos tempo você perde com tarefas administrativas e que não têm relação direta com a sua atividade principal, a construção, menos você está produzindo e menores vão ser os resultados conquistados. Afinal de contas, quanto mais você produz, mais imóveis tem para vender.

Por que a capacidade produtiva é importante para construtoras?

Sendo bem simplistas, poderíamos dizer que uma alta capacidade produtiva significa mais dinheiro em caixa, já que, quanto mais você produz, mais imóveis tem para oferecer aos seus clientes. Mas a verdade é que a importância da capacidade produtiva é muito mais ampla. Quer ver? Confira alguns pontos que destacamos:

·Otimização de recursos

Todas as empresas desejam fazer mais com menos. Afinal de contas, desperdiçar recursos é jogar dinheiro fora e otimizá-los é tornar seus investimentos mais rentáveis. Quando a capacidade produtiva de sua empresa é explorada, você garante que os recursos investidos estão sendo utilizados ao máximo.

·Melhoria da qualidade

Produzir ao máximo e com o máximo de qualidade é o cenário ideal para a sua construtora. Isso traz mais percepção de qualidade para seus clientes e todos que tiverem qualquer tipo de contato com seus imóveis, o que é bastante positivo para a imagem do negócio.

·Aumento na capacidade de produção

Atingir a sua capacidade produtiva significa produzir mais, tudo o que sua empresa conseguir. Com isso, a construtora consegue entregar mais unidades dentro de um período de tempo.

·Crescimento da satisfação dos clientes

Quando você produz ao máximo e com a melhor qualidade, quem mais tem a ganhar são os seus clientes. Afinal de contas, empresas que atingem sua capacidade produtiva atrasam menos a entrega de suas obras, por exemplo. Menos atrasos significam menos atritos com o seu público, processos e dor de cabeça em geral. Além disso, dessa forma você ainda colhe todos os benefícios em ter clientes satisfeitos!

·Aumento da rentabilidade

Produzir mais é ter mais para vender. Em tempos de crise, a gente sabe que o setor passa por dificuldades, mas o fato é que, aos poucos, o mercado imobiliário vai se recuperando. A própria Associação Brasileira de Incorporadoras anunciou que, entre janeiro e maio desse ano, existiam, em construção, mais de 24% em unidades do que no mesmo período de 2015. A motivação é clara: as incorporadoras já estão se preparando para a recuperação do mercado prevista para 2017 e 2018. Por isso, se você atingir sua capacidade produtiva agora, terá muito mais para vender quando o mercado estiver reaquecido, aumentando a sua rentabilidade.

Como atingir a capacidade produtiva da sua construtora?

Você sabe qual é o máximo que sua construtora consegue produzir? Sabe como atingir esse limite? Um dos caminhos é direcionar todos os seus esforços e os da sua equipe para a parte de construção e dedicar o mínimo de tempo possível a todas as atividades de gestão, apoio e suporte. Outro ponto importante para atingir sua capacidade produtiva ideal é ter organização no seu negócio e o máximo de controle sobre recursos humanos, compras e estoques.

Esses dois pontos são atingidos por meio da criação de fluxos e da automatização de processos, que pode ser feita de forma simples: adotando um software especializado em gestão para construção civil, e que ofereça todas as funções das quais você precise.

É bem possível que, agora, você já esteja convencido do quanto é importante alcançar a capacidade produtiva da sua construtora. E já deve estar sabendo, também, que a automatização de processos é um ponto-chave para isso. Por isso, conheça o software Hiperdados, que tem todos os recursos necessários para a gestão da sua construtora e ainda ferramentas de inteligência de mercado para lhe ajudar a ser não apenas mais produtivo, mas também mais competitivo. Entre em contato para conhecer mais sobre essa ferramenta poderosa. 

No Comment

Comments are closed.

× Conheça o Hiperdados